top of page
Buscar
  • Foto do escritorAndré Luiz Figueirêdo

Razão + Emoção - uma não pode existir sem a outra.



Por algum motivo, um outro consenso aparente é o de que tomamos decisões baseadas exclusivamente nas emoções ou nas razões. E de que há algo depreciativo em contar com nossas emoções.


Porém, na realidade, nos encontramos frequentemente fazendo escolhas utilizando conhecimento emocional, isto é, de acordo com nossas emoções. Um exemplo poderia ser decidir em que lugar da casa colocar um vaso com plantas.


Isso torna claro como a racionalidade e a emoção não são funções exclusivas, mas, sim, cooperativas entre si.


A conexão entre as áreas cerebrais responsáveis ​​pelas emoções e o raciocínio envolve a amígdala - que desempenha um papel no processamento das emoções - e o córtex pré-frontal, que lida com o raciocínio e a tomada de decisões. Essas regiões se comunicam para equilibrar as respostas emocionais com o pensamento lógico, influenciando nosso comportamento e escolhas.


Portanto, é naturalmente humano fazer uso das emoções como determinantes no nosso dia a dia, sejamos emocionados 😅


Comments


bottom of page