top of page
Buscar
  • Foto do escritorAndré Luiz Figueirêdo

É ansiedade mesmo?

Atualizado: 5 de ago. de 2023



Será que é mesmo ansiedade?


Será que é somente ansiedade?


Parece que convencionamos utilizar a ansiedade como seu principal marcador emocional. Aproveito para pensar se, muitas vezes, não há uma outra emoção subjacente à sensação de estar ansioso. Frustração? Apreensão? Empolgação?


Lendo sobre isso, esbarrei no conceito de emoções primárias e secundárias.


O conceito de emoções primárias e secundárias é amplamente reconhecido na psicologia e tem sido amplamente estudado. A distinção entre emoções primárias e secundárias foi proposta por vários pesquisadores proeminentes no campo, incluindo Keltner e Haidt (1999), Levenson (1999) e Gross (1998).


As emoções primárias são consideradas emoções básicas, instintivas e universais que estão presentes em todas as culturas, como felicidade, tristeza, raiva, medo, surpresa e nojo. As emoções primárias são consideradas como blocos de construção de nossa experiência emocional e são frequentemente acompanhadas por mudanças fisiológicas, como mudanças na frequência cardíaca, respiração e tensão muscular (Levenson, 1999).


As emoções secundárias, por outro lado, são mais complexas e são consideradas uma combinação das emoções primárias. Eles surgem como resultado de nossos pensamentos, crenças e interpretações de uma situação e geralmente são mais influenciados social e culturalmente. Exemplos de emoções secundárias incluem culpa, vergonha e inveja (Keltner & Haidt, 1999).


Mas, afinal,seria a ansiedade, uma emoção primária ou secundária?


Há algum debate entre os pesquisadores sobre a ansiedade ser ou uma emoção primária ou secundária. Alguns argumentam que a ansiedade é uma emoção primária, pois é uma emoção básica que está presente em todas as culturas (Levenson, 1999). No entanto, outros argumentam que a ansiedade é uma emoção secundária, pois pode ser uma combinação de outras emoções, como medo, preocupação e incerteza (Keltner & Haidt, 1999).


De acordo com a influente teoria da regulação emocional desenvolvida por Gross (1998), a ansiedade pode ser uma emoção primária e secundária. Nesta teoria, as emoções primárias são vistas como reações espontâneas a estímulos ambientais, enquanto as emoções secundárias surgem como resultado da avaliação cognitiva das emoções primárias. Por exemplo, a ansiedade pode surgir como resultado da avaliação cognitiva do medo ou da preocupação, tornando-a uma emoção secundária.


Em conclusão, embora haja algum debate entre os pesquisadores sobre se a ansiedade é uma emoção primária ou secundária, geralmente é considerada um estado emocional mais complexo e matizado que pode surgir como uma combinação de outras emoções. Além disso, o estado ansioso pode servir como uma pista para outras emoções.


É importante observar que o campo da Psicologia está em constante evolução e pode haver debates em andamento ou novas descobertas de pesquisas que podem afetar a compreensão atual das emoções primárias e secundárias.



Comentários


bottom of page